Qual empresa não gostaria de lucrar mais vendendo outros produtos para os clientes que já tem, sem precisar atrair novos?

Aumentar o ticket médio no seu PDV com a clientela que já é fidelizada pode ser uma ótima estratégia. E você sabia que é possível fazer isso usando tecnologia, mais precisamente digitalizando a sua loja?

A digitalização no varejo consiste em usar tecnologias para melhorar a experiência dos clientes em lojas físicas e, por consequência, vender mais.

Na verdade, o uso da tecnologia também consegue atrair os clientes para o PDV e, uma vez dentro da loja, interagindo com as soluções, o consumidor passa a vivenciar uma experiência positiva que não pode ser reproduzida no ambiente virtual.

A partir daí, ele é estimulado a aumentar seu ticket médio. Esse aumento pode ocorrer de várias formas, entre elas:

  • Comprando produtos de maior preço: As informações na loja fazem com que o cliente se sinta mais seguro em relação à compra e muitas vezes faz uma compra de impulso optando por um de valor superior, ao invés do similar e mais barato;
  • Adquirindo produtos extras: um bom exemplo é o cliente que chega no restaurante disposto a comprar apenas um lanche e, ao final, é estimulado pela comunicação na loja, e adquire uma sobremesa também. Ou, ainda, aquela pessoa que compra um cinto para combinar com o sapato, após ser impactada por uma mensagem que explora a primeira compra (o sapato neste caso).

Para colocar a digitalização em prática e aumentar o ticket médio em seu PDV em até 15%, empresas especializadas em digitalização do PDV, como a VTT – número no ranking de Digital Signage no Brasil – lançam uma série de soluções tecnológicas.

Neste post, enfocaremos três delas. Descubra como usá-las para vender mais para os seus clientes.

Lift and Learn

Em bom português o lift and learn significa “levante e aprenda”. O funcionamento dessa solução começa com a instalação de sensores nos produtos expostos no ponto de venda. Conectados a uma tela digital, sempre que o cliente pegar o produto em suas mãos, tem acesso a informações detalhadas sobre ele.

Ao segurar dois produtos, a tecnologia envia informações de ambos, permitindo que o cliente tome uma decisão de compra mais consciente ou, até mesmo, favoreça a escolha de um item mais caro, em função dos benefícios que oferece – isso, claro, permite aumentar o valor do ticket médio em seu PDV!

Além disso, dá ao consumidor maior liberdade, sem que seja preciso chamar alguém para atendê-lo. E, cá para nós, para muitas pessoas essa é uma experiência incrível!

Para mais detalhes sobre essa solução, sugerimos a leitura do artigo:

Lift and Learning: conheça os benefícios dessa tecnologia

RFID

O RFID – Identificação por Radiofrequência (ou radio-frequency identification) é uma tecnologia que utiliza campos de radiofrequência para enviar dados de uma etiqueta para um leitor.

Muito utilizada para controle de estoque, o RFID tem muito mais a oferecer quando o assunto é aumentar o ticket médio em seu PDV e, ainda, a experiência do cliente.

Vejamos outras duas possibilidades no uso do RFID no varejo:

Análises avançadas

Análises avançadas de tendências de compras dos consumidores, combinando informações de fontes variadas. Como exemplo, combinar dados do estoque com previsões meteorológicas podem demonstrar a necessidade de aumentar a quantidade de determinado produto na loja.

Essa mesma combinação de informações pode ser usada para a comunicação nos pontos de venda. Assim, é possível informar o consumidor da nova onda de frio que está por vir, mostrando as ofertas em vestuário para outono/inverno, por exemplo. Ações desse tipo costumam ter efeitos positivos, colaborando para aumentar o valor do ticket médio em seu PDV.

Compras personalizadas

Ao cruzar dados de estoque com o histórico de compra de um cliente, é possível enviar para o celular de um consumidor ofertas que combinam com o seu perfil. Ou, ainda, identificar o tipo de produto que o cliente leva para o provador, enviando para seu smartphone dicas de outros itens que combinem. Dessa forma, pode-se estimular compras de mais produtos do que, inicialmente, a pessoa levaria, o que aumenta o valor do ticket médio.

Detecção facial

Como o próprio nome diz, a detecção facial consiste em identificar um perfil a partir dos traços do rosto de uma pessoa. A ferramenta, que já é usada na marcação de fotos em redes sociais chegou também ao varejo, permitindo observar, por exemplo, o gênero da pessoa que está observando um produto no seu PDV.

Após essa identificação, as comunicações passam a exibir itens que combinam com aquele consumidor, aumentando a possibilidade de compras e, claro, de aumentar o ticket médio em seu PDV.

Como você pôde ver, a digitalização do PDV oferece muitos benefícios, entre eles melhorar a experiência do cliente na loja e aumentar o ticket médio em seu PDV.

Quer implantar essas e outras tecnologias em sua loja? Então conheça a VTT, empresa brasileira de digitalização do ponto de venda – fale com nossos executivos de negócios e solicite uma proposta digitalizada para seu PDV: QUERO UMA PROPOSTA